Photoarts Gallery online: Todo o nosso acervo no seu monitor

ESO : European South Observatory

ESO : European South Observatory

ESO, o Observatório Europeu do Sul, é a principal organização intergovernamental de astronomia da Europa e observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO oferece as melhores instalações de pesquisa para os astrônomos e é apoiada pela Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, República Checa, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido. Vários outros países manifestaram interesse em aderir ao projeto. Esses países contribuem com mais de 131 milhões de euros para financiar pesquisas e cerca de 730 funcionários.

A sede do ESO está localizada em Garching, perto de Munique (Alemanha), com um centro em Santiago no Chile, e mais 3 locais de observação: La Silla, Paranal e Chajnantor.

Mostrando 1 a 10 produtos de 23

5 / 10 / 15 / 20 / 25 /
  • Exoplaneta Corot 7b

    R$189,00

    A imagem é o resultado de um conjunto de medições feitas pela ESO que descobriram que o CoRoT-7b tem uma massa equivalente a cinco vezes a da Terra. Combinados com informações já conhecidas do exoplaneta, os novos dados permitem aos cientistas afirmar que a densidade do CoRoT-7b é bastante semelhante à da Terra, sugerindo um planeta sólido e rochoso.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x45cm

    Médio: 40x60cm

    Grande: 60x90cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)


    Detalhes
  • The Southern Milky Way Above

    R$189,00

    Nesta imagem podemos ver as constelações de Carina e da Vela. As nuvens de poeira da Via Láctea, obscuras e tênues, cruzam a imagem da região superior esquerda à inferior direita. A estrela brilhante de cor laranja, em cima e à esquerda, é Suhail na Vela, enquanto que a estrela também alaranjada no meio em cima é Avior, na Carina. Das três estrelas azuis brilhantes que formam um "L" perto destas estrelas, duas delas pertencem à Vela e a da direita pertence a Carina. E exatamente no centro da imagem por baixo destas estrelas brilha a cor de rosa a Nebulosa Carina.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x45cm

    Médio: 40x60 cm

    Grande: 60x90

    Colecionador: 90x135 cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)


    Detalhes
  • The Dumbbell Nebula

    R$189,00

    A Nebulosa de Eta Carinae (NGC 3372) é uma grande nebulosa brilhante, que rodeia vários aglomerados abertos de estrelas. Entre essas estrelas encontram-se Eta Carinae e HD 93129A, que são duas das mais maciças e luminosas estrelas da Via Láctea. A nebulosa encontra-se a uma distância de 6 500 e 10 000 anos-luz da Terra. Está localizada na constelação de Carina. A nebulosa contém, múltiplas estrelas de tipo O.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x30cm

    Médio: 60x60 cm

    Grande: (90x90 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • The Crab Nebula in Taurus

    R$189,00

    A Nebulosa de Eta Carinae (NGC 3372) é uma grande nebulosa brilhante, que rodeia vários aglomerados abertos de estrelas. Entre essas estrelas encontram-se Eta Carinae e HD 93129A, que são duas das mais maciças e luminosas estrelas da Via Láctea. A nebulosa encontra-se a uma distância de 6 500 e 10 000 anos-luz da Terra. Está localizada na constelação de Carina. A nebulosa contém, múltiplas estrelas de tipo O.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x30cm

    Médio: 60x60 cm

    Grande: 90x90 cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)


    Detalhes
  • O Laser do Yepun e as Nuvens de Magalhães

    R$189,00

    Um laser lançado cruza o céu do sul majestoso e cria uma estrela artificial a 90 km de altitude, no alto da Terra. O Laser ( LGS ) é utilizado como referência para corrigirimagens do efeito de borrão da atmosfera. O campo de imagem é atravessada por uma impressionante Via Láctea, nossa galáxia vista perfeitamente. Os objetos mais proeminentes na Via Láctea são: Sirius, a estrela mais brilhante no céu, visível na parte superior, e da nebulosa Carina, vista como uma mancha brilhante além do telescópio.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x45cm

    Médio: 40x60cm

    Grande: 60x90cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • N44 na Grande Nuvem de Magalhães

    R$189,00

    Zona sul da espetacular região H II na Grande Nuvem de Magalhães, N44. A cor verde indica áreas que se encontram particularmente quentes. O campo mede 27,5 X 26,5 minutos de arco quadrados. O Norte está para cima e o Este está para a esquerda.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x30cm

    Médio: 60x60 cm

    Grande: 90x90 cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)


    Detalhes
  • Mystic Mountain

    R$189,00

    A Nebulosa de Eta Carinae (NGC 3372) é uma grande nebulosa brilhante, que rodeia vários aglomerados abertos de estrelas. Entre essas estrelas encontram-se Eta Carinae e HD 93129A, que são duas das mais maciças e luminosas estrelas da Via Láctea. A nebulosa encontra-se a uma distância de 6 500 e 10 000 anos-luz da Terra. Está localizada na constelação de Carina. A nebulosa contém, múltiplas estrelas de tipo O.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x45cm

    Médio: 40x60cm

    Grande: 60x90cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Laser no Centro da Via Láctea

    R$189,00

    Um laser lançado cruza o céu do sul majestoso e cria uma estrela artificial a 90 km de altitude, no alto da Terra. O Laser ( LGS ) é utilizado como referência para corrigirimagens do efeito de borrão da atmosfera. O campo de imagem é atravessada por uma impressionante Via Láctea, nossa galáxia vista perfeitamente. Os objetos mais proeminentes na Via Láctea são: Sirius, a estrela mais brilhante no céu, visível na parte superior, e da nebulosa Carina, vista como uma mancha brilhante além do telescópio.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x30cm

    Médio: 60x60 cm

    Grande: 90x90 cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • La Silla Estrelada

    R$189,00

    As estrelas rodam em torno do polo sul celeste durante a noite, no Observatório de La Silla do ESO no norte do Chile. As partes tremidas dos rastos, no lado direito, correspondem às Nuvens de Magalhães, duas galáxias pequenas, vizinhas da Via Láctea. A cúpula que se vê na imagem pertence ao telescópio de 3,6 metros do ESO, onde está montado o instrumento HARPS (sigla do inglês para High Accurate Radial velocity Planet Searcher), o principal descobridor de exoplanetas do mundo. O edifício rectangular que aparece em baixo à direita, alberga o telescópio TAROT de 0,25 metros, concebido para reagir muito depressa quando é detectada uma explosão de raios gama. Em La Silla encontram-se ainda, entre outros, o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, e o New Technology Telescope de 3,58 metros, o primeiro telescópio a utilizar óptica activa e, como tal, percursor de todos os telescópios grandes modernos. La Silla foi o primeiro observatório do ESO, permanecendo ainda hoje um dos principais locais de observação no hemisfério sul.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x45cm

    Médio: 40x60 cm

    Grande: 60x90

    Colecionador: 90x135 cm

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)


    Detalhes
  • Impressão artística do EELT

    R$189,00

    European Extremely Large Telescope (E-ELT) é um telescópio extremamente grande projetado para obter imagens da faixa de ótica / infravermelho e será construído pelo ESO no topo de uma montanha em Cerro Armazones , Chile . O projeto compreende em um telescópio refletor com um metro de diâmetro e 39,3 segmentado em espelho primário e será apoiado por óptica adaptativa e vários instrumentos. Em 11 de junho de 2012, o Conselho do ESO aprovou o programa E-ELT para começar a construção do telescópio, enquanto se aguarda acordo com os governos de alguns Estados-membros. Espera-se permitir que os astrônomos investiguem os estágios iniciais da formação de sistemas planetários e detectem água e moléculas orgânicas em discos proto-planetários em torno de estrelas em formação.

    Tamanhos:

    Pequeno: 30x53 cm

    Médio: 40x70 cm

    Acabamento: Quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar

    Detalhes
  • Mostrando 1 a 10 produtos de 23

    5 / 10 / 15 / 20 / 25 /