Photoarts Gallery online: Todo o nosso acervo no seu monitor

Claudio Pepper

Claudio Pepper

 

A Fotografia como linguagem e objeto de contemplação acompanha Claudio Pepper desde sempre. Aos 18, com seu primeiro curso de fotografia, o vínculo tornou-se forte, porém ainda não profissionalmente. Não naquele momento.  Ao concluir a faculdade de comunicação social, Pepper seguiu carreira na área de marketing e publicidade, e a fotografia foi parar na gaveta dos hobbies e afinidades. 

O que não significou afastamento, já que manteve um olho sempre focado na imagem, fosse pela imersão autodidata à semiótica ou na mera rotina profissional de marketing e publicidade. Essa afinidade e proximidade tornou muito simples a decisão, há 10 anos atrás, de deixar totalmente a área de marketing para  concentrar-se à fotografia como atividade principal.

Pepper alterna sua atividade fotográfica produzindo conteúdos corporativos (para Vivo, Alcatel, Duratex, Top Trends, Two Denim, etc) e autorais, que nos últimos anos, tem ganhado mais espaço em sua vida profissional, um compromisso direcionado à reflexão, à narrativa, e ao ensaio.

Na produção autoral, a cidade e as pessoas compõem seu maior interesse de estudo e desvendamento. Tanto os seus retratos quanto as paisagens da cidade estão inevitavelmente relacionados, mesclados, impregnados um do outro.

A vida urbana, a cidade, seus personagens e suas possibilidades múltiplas de interpretação, de ponto de vista, de reflexão, são o grande interesse de Claudio Pepper - preferência que resultou no ensaio sp/myself, exposto em  galerias e estações do metrô de São Paulo e deve ser publicado em um livro em 2015.  

Mostrando 8 produtos

5 / 10 / 15 / 20 / 25 /
  • Underline Views I

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views II

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views III

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views IV

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views V

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views VI

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views VII

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Underline Views VIII

    R$189,00

    ‘Underlines’ remete à ‘underground’, para situar o espectador nessa experiência visual pelos túneis do metrô.  Em geral, túneis costumam ser escuros e monótonos. Ou pelo menos é essa, talvez, a lembrança que temos deles.  E então costumamos pensar os túneis como ‘não lugares’... meros canais de ligação entre dois pontos, em direção a um destino objetivo, pontual.

    Com essa imersão pelas sublinhas sinuosas do metro da cidade de São Paulo, a visão que proponho é a de um espaço de devaneio, de desconexão de nossas referências da superfície.  A única convicção é a de estar indo, atravessando o tempo, mas sem saber a direção ou a visão que nos espera, na sequência de cada curva.

    Uma experiência claustrofóbica, talvez!  Mas também uma proposta para pensarmos o caminho desconhecido, subterrâneo, ermo, como um espaço secreto de descobertas, de imagens inesperadas ou de invenção de destinos infinitos.

    Em ‘underlines views’ não há a promessa de luz no fim do túnel. Sequer há fim. E a luz que há, está no durante.

    Disponível nos tamanhos: Pequeno open edition (15x22cm), Médio (20x30 cm), Grande (30x45 cm)

    Acabamento: Metacrilato (quadro com 5 mm de espessura, com perfil de alumínio, pronto para pendurar)

    Detalhes
  • Mostrando 8 produtos

    5 / 10 / 15 / 20 / 25 /