Photoarts Gallery online: Todo o nosso acervo no seu monitor

Nick Elmoor

Nick Elmoor

Apesar de sua formação em Comunicação (Jornalismo e Áudio Visual – pela Universidade de Brasília, 1985) e posterior especialização em Fotografia de Moda (Scuola per la Fotografia di Moda di Firenze, 1992), Nicolau El-moor se considera um fotógrafo autodidata. Seu envolvimento com a fotografia vem desde dos doze anos quando pediu e ganhou de Natal uma Kodak Instamatic 33. Curioso, como toda criança, quis entender o processo e aprender como controlá-lo. Depois de muitos livros, muitos filmes velados e alguns anos conseguia ter um grande controle técnico sobre o processo fotográfico. Paralelamente, sempre buscou o aprimoramento estético e explorar ao máximo as possibilidades da expressão artística. Porém, durante todos esses anos sempre quis ser músico, praticou e estudou bastante, sempre acreditando que seria músico profissional.

Após a formação acadêmica, trabalhou como Jornalista. Em paralelo, fotografou toda a primeira explosão do Rock Brasília (Legião Urbana, Plebe Rude, Capital Inicial...), sendo integrante da turma, nos anos oitenta, foi um dos poucos fotógrafos a documentar por dentro o momento que alterou a cultura brasileira.

Ficou evidente que, tudo que estudou sozinho era mais importante do que anos de escolas, e na verdade ele era um fotógrafo.

Sempre procurando mais desafios criativos, em 1988, migrou para a fotografia publicitária.

Em mais de vinte anos, fotografou em Brasília, São Paulo, Israel, Itália e Canadá. Entre alguns dos seus clientes estão: Banco do Brasil, Caixa, Embratur, Secom/PR, Ministério da Saúde, dos Esportes, ONU e Sebrae.

Lecionou fotografia na Universidade de Brasília entre 1998/1999 e 2005/2006.

É filiado a Abrafoto – Associação Brasileira dos Fotógrafos de Publicidade.

Participou de várias mostras coletivas. Suas últimas individuais foram “Lapso do Tempo” e “Nada Previamente Determinado”.

Após um período afastado da fotografia comercial, devido ao tratamento de um tumor, voltou as atividades em 2011. E hoje, trabalha com a mesma disposição de vinte anos atrás.